"Sou meio como um mosquito num campo de nudismo; sei o que quero fazer, mas não sei por onde começar." - Stephen Bayne





domingo, 2 de maio de 2010

Pelas minhas noites

A lua olhou pra mim
por um momento ela me disse que a vida é assim
a vida é amor
a vida é ilusão
a vida é muito mais do que uma mera paixão...

eu a vi tão cheia, tão crescente, tão nova
eu a vi inovando meus prazeres e meus devaneios
a vi me olhando, me admirando
me elogiando com suas palavras de fantasias

eu vi a lua admirando minha admiração
eu vi a lua agradecendo meus perdões e compaixões
vi a lua esquecendo dos seus medos
uivando por seus desejos
declarando sua devoção...

eu vi a lua, tão bela, a lua.
eu a vi na noite da minha solidão
no luar da minha escuridão
no despertar da minha emoção
eu vi a lua diante da minha inspiração
e por ela eu escrevo
e por ela eu vivo
e por ela eu vou morrer


hoje, amanha, e enquanto sua luz reinar no meu luar...

3 comentários:

Lucas von Seehausen disse...

Lindo o teu fascínio pela Lua.
Quase uma relação de cumplicidade!

Beijos

Daniella Fleury disse...

eu sou louca pela lua desce criancinha... tá lindo, amiga!
vc tá mt profunda esses diasss

janiny disse...

Uauuuuuu
ameei
voce me faz muito feliz com esses textos!